INFORMATIVO DA DIRETORIA Nº 09/2022

(CONTEÚDO EXCLUSIVO DOS MEMBROS DA SFN)

23/04/2022

BREVE ANÁLISE

Eis uma breve análise dos comparecimentos aos ensaios e apresentações (Lei Aldir Blanc e procissões), desde a retomada das atividades, em 26/02/2022:

No período entre 26/02 e 17/04, a média de comparecimento foi de 19 integrantes… e todos os membros ficaram acima do mínimo de 1/3 de presenças.

Parabéns a todos pelo comprometimento e empenho!

ARMÁRIOS

A SFN adquiriu outros 2 armários metálicos destinados à guarda e organização dos produtos de higiene e limpeza… e também equipamentos. Ambos os móveis são providos de chaves e já estão devidamente montados, à disposição da Entidade.

REFORMA E REVISÃO DE INSTRUMENTOS

Foram enviados para Curitiba para fins de reforma e revisão os seguintes instrumentos:

01 – Trombone Tenor King – desplacamento, novo banho e revisão geral:

Sobre esse instrumento…

Atualmente, em uso pelo músico Maurino Amorim, esse trombone foi doado pela “Federazione de Corpi Bandistici del Trentino” – Trento/ Itália, juntamente com um bombardino (hoje, sob a responsabilidade do músico Cristian Mazzola) e também um trompete da marca Getzen (este último foi recentemente reformado/revisado e atualmente está sendo tocado pelo músico Claudio Bottamedi).
Na solenidade ocorrida em 05/06/1990, o músico Moisés Cipriani entregou o bombardino ao colega de naipe Aníbal Bertotti Piazza. O trompete foi entregue ao músico Lademir Moresco pelo então presidente Wilson Mário Sgrott. Por fim, o músico Rinaldo Isaias Eccel recebeu das mãos do Maestro Virgílio Tomasi o trombone King, que – neste 2022 – passará por uma reforma e revisão geral.
Nesse mesmo dia em que comemorava-se centenário da primeira apresentação da Banda (ocorrida no dia 05/06/1890), o maestro Virgilio Tomasi regeu o Hino de Nova Trento. O Excelentíssimo Prefeito Municipal Saul José Rover adentrou na sala onde acontecia a solenidade com a bandeira de nosso Município. A Banda executou a polka “Arlecchinho”, também dirigida pelo mestre Virgilio Tomasi. Depois de praticamente 2 décadas à frente da Banda, Virgilio Tomasi passou a batuta para o bombardinista Moises Cipriani, que regeu a Sabbatini pela primeira vez nessa data, brindando a todos os presentes com a música Serenata, de Franz Schubert. O mestre Virgilio Tomasi e a Irmã Célia Cadorin fizeram o descerramento da placa comemorativa e todos os presentes cantaram os parabéns à Sabbatini. Ao fim das solenidades, a Sociedade Filarmônica Neotrentina ofereceu um coquetel a todos os presentes.
05/06/1990 – Registro fotográfico histórico da formação da Banda Musical Padre Sabbatini, após o evento solene realizado na sede da Entidade, em comemoração ao centenário da primeira apresentação, ocorrida no dia 05/06/1890, na “Festa del Corpus Domini”.
Em pé, da esquerda para a direita: Virgilio Tomasi (ex-maestro), Arthur Sgrott (clarinete), Érico Oswaldo Feller (sax horn), Norberto Cipriani (trombone), Geraldo José Gessele (prato a dois), Alaércio Darós (trombone), Silvano Paulo Tell (bumbo), Alexandre da Silva (trombone), Estanislau Voltolini Junior (caixa clara), André Jean Bittencourt (clarinete), Sandro Bertotti (sax tenor), Andrey Anderson Demonti (sax horn), Fernando Marchi (sousafone), Moises Cipriani (maestro) e Wilson Mário Sgrott (presidente).
Agachados, da esquerda para a direita: Robson Antonio Tomasi (clarinete), Anibal Bertotti Piazza (bombardino), Lademir Moresco (trompete), Rinaldo Isaias Eccel (trombone) e Rogério Mazzola (clarinete).

02 – Saxofone Tenor Yamaha – enviado para revisão geral, troca de sapatilhas, molas e mecanismos:

Este instrumento também foi doado pela “Federazione de Corpi Bandistici del Trentino” – Trento/ Itália, 10 anos depois. A entrega foi realizada pelos 3 maestros italianos (Juliano Moser, Luigi Tomasini e Alessandro Bertola), que ministraram um curso vinculado ao projeto Musicartista, em outubro do ano 2000.
Outubro/2000 – Registro fotográfico histórico, no dia do encerramento do “Projeto Musicartista” (etapa Nova Trento), em frente à sede da Banda Musical Padre Sabbatini.
Da esquerda para a direita: Valmir José Motta (trompete), André Costa (bombardino), Lademir Moresco (trompete), Carlos Augusto Feller (trompete), Adriano Bertotti (bombardino), Robson Antonio Tomasi (clarinete), Ricardo Pedro Boso (clarinete), Rinaldo Isaias Eccel (trombone), Luigi Tomasini (maestro ministrante – clarinete), Giuliano Moser (maestro ministrante – trompa sinfônica), Romário Luiz Darossi (sax horn), Norberto Cipriani (tuba), Alessandro Bertola (maestro ministrante – trombone), Andre Ricardo Masera Marchi (trompete), Fernando Luiz Piva (tuba), Ailson Piazza (presidente), André Jean Bittencourt (clarinete), Herberto Afonso Marchi (maestro), Jader Bertotti (sax tenor), Silvano Paulo Tell (percussão), Wilson Mario Sgrott (ex-presidente/simpatizante).

03 – Clarinete Weril (13 chaves) – enviado para revisão geral, troca de sapatilhas, molas e mecanismos:

O antigo instrumento musical, construído em baquelite e pertencente ao ex-músico da Banda, Sr. João Francisco Cadorin, foi enviado para revisão geral, troca de sapatilhas, molas e mecanismos – a título de reconhecimento pelas décadas de contribuição à causa da Entidade, na qualidade de músico e diretor.

Por fim, agradeço desde já ao nosso saxofonista, Jackson Cadorin, pela costumeira disponibilidade em intermediar todas as negociações e também pelo transporte dos instrumentos, da Banda para a luthieria, em Curitiba… e vice-versa.

Um grande abraço a todos!

Robson Antonio Tomasi – Presidente da SFN