INFORMATIVO DA DIRETORIA Nº 05/2021

(CONTEÚDO EXCLUSIVO DOS MEMBROS DA SFN)

03/09/2021 – SFN ELABORA PROJETO PARA CONCORRER AO PRÊMIO ELISABETE ANDERLE 2021

A SFN, por intermédio do Secretário Emílio Bonecher Masera, vem desenvolvendo um valoroso trabalho para angariar novos recursos financeiros à Entidade, voltado para o Prêmio Elisabete Anderle 2021, cujo edital foi publicado recentemente pela Fundação Catarinense de Cultura – FCC.

O projeto proposto pela SFN é intitulado “Escola para Formação de Novos Músicos na Comunidade” e está enquadrado no edital das “artes”, prêmio “música”, eixo “pesquisa / formação”.

Caso a Banda seja contemplada, os recursos financeiros serão canalizados de modo integral para manutenção das atividades vinculadas à Escola de Música – Turma 2022.

O trecho a seguir é o resumo do serviço cultural que a SFN se propõe a desempenhar e que será submetido à banca avaliadora da Fundação Catarinense de Cultura:

“A Banda Musical Padre Sabbatini, mantida pela Sociedade Filarmônica Neotrentina, foi fundada em 1889, em Nova Trento/SC, pelo padre jesuíta italiano Angelo Sabbatini. Desde então, tem formado novos integrantes de diversas idades para reposição e renovação de seu quadro de músicos. O projeto proposto, “Escola para Formação de Novos Músicos na Comunidade”, tem por objetivo a abertura um curso específico para a formação de novos componentes para a Banda Musical Padre Sabbatini e busca dar continuidade ao trabalho voluntário que existe há mais de 130 anos, trabalho este que leva adiante um inestimável legado cultural deixado pelos primeiros imigrantes que chegaram às terras neotrentinas, a partir dos idos de 1875. Infelizmente, o cenário atual da pandemia de COVID-19 fez com que, no ano de 2020, a Banda tivesse suas atividades temporariamente suspensas. Além disso, como não houve apresentações, em decorrência do cumprimento das medidas sanitárias estabelecidas pelo Ministério da Saúde, as arrecadações voluntárias caíram de forma abrupta. O retorno das atividades da Sabbatini está ocorrendo paulatinamente, contudo, diversos músicos deixaram a Entidade. Nesse contexto, a formação de novos músicos torna-se medida imperativa e urgente para a sobrevivência da Banda. No entanto, a Sociedade Filarmônica Neotrentina não dispõe de recursos financeiros para, sem o imprescindível apoio do Governo do Estado, arcar com os custos de uma empreitada de tamanho porte. Os investimentos necessários são diversos – e onerosos sobremaneira, a exemplo da compra de cadernos musicais, livros de métodos, estantes, insumos (palhetas, óleos lubrificantes, etc.) e instrumentos musicais como flautas, clarinetes, saxofones, trompetes, trombones, bombardinos, tubas e afins. O serviço cultural proposto nesse projeto pela Sabbatini, por meio de sua escola, iniciará com aulas de teoria musical, o que se entende pela absorção de conhecimentos gerais sobre a história da música e da Banda, seguida pelas práticas relacionadas à LEM – Leitura e Escrita Musical. Por fim, a prática instrumental servirá como a grande consolidadora de todos os conhecimentos teóricos anteriormente adquiridos. Ao longo dos meses, considerando o natural desenvolvimento de cada aluno, será dado o próximo passo: a formação da “Banda Aspirante”, na qual os alunos farão a ambientação e aprenderão as técnicas de execução em grupo, sempre orientados pelo Maestro/Professor. Somente após a necessária fase de adaptação é que os alunos, de forma gradual, migrarão para a “Grande Banda”. Ao fim de todo esse longo e oneroso processo, o capital humano da estará – mais uma vez – renovado e, desse modo, reforçará a continuidade da nobre missão da Banda, que é uma das primeiras e mais importantes formações musicais do Estado de Santa Catarina: a difusão da cultura musical e a manutenção das tradições herdadas de nossos antepassados.

A SFN informa que está continuamente à procura de novos projetos voltados à destinação de recursos financeiros para a Entidade, a fim de que seja possível estruturar a Banda de tal modo que esteja em constante processo de evolução técnica e sobretudo com uma estrutura estrutura física compatível com as necessidades mais elementares. Por último, mas não menos importante, a captação de novos integrantes (e – logicamente – a manutenção dos atuais) também é um assunto de importância vital e uma das principais metas da atual Diretoria, afinal de contas, os músicos são o maior patrimônio da nossa querida Banda.

Robson Antonio Tomasi – Presidente da SFN

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s